7 agosto 2020

/Finanças

Como organizar suas finanças pessoais?

Escrito por marketing@uppo.com.br
Analista de Marketing da Uppo

A Uppo fez, recentemente, um webinar em parceria com a Creditas onde falamos um pouco sobre finanças pessoais durante a crise. 

Para ajudar a manter o aprendizado em dia e reforçar as dicas sobre o assunto, separamos uma série de sugestões que vão te ajudar a organizar melhor as suas contas!

Como iniciar a organização das finanças pessoais?

Para quem não tem o costume de verificar o saldo da conta com frequência ou mesmo de anotar os gastos fixos mensais, o primeiro passo é criar o costume de anotar tudo. 

Utilize planilhas, um caderno de anotações ou até aplicativos voltados para organização financeira e anote todos os seus gastos, até mesmo aqueles que parecem indiferentes como um cafezinho na padaria.

Tenha em mente todo o valor que recebe por mês

Saiba qual é a sua receita mensal: isso inclui o salário líquido, já com todos os descontos, e suas possíveis rendas extras, como trabalhos autônomos ou vendas de bens pessoais.

Anote seus gastos

Como falamos no início, esse é um dos primeiros passos para quem quer se organizar financeiramente.

Anotando seus gastos fixos e variáveis é possível separá-los em categorias, entender onde estão os maiores deslizes e gastos desnecessários e criar uma nova mentalidade para cuidar do seu dinheiro.

Dessa forma, você consegue visualizar o dinheiro que sobra ou falta no final do mês. 

Pague suas dívidas

Anote todas as suas dívidas e busque a melhor forma de fazer a quitação dos valores. Muitas empresas oferecem soluções como parcelamento ou desconto para o pagamento do valor total de dívidas. 

Evite o cartão de crédito

Dê preferência para compras no débito e, quando utilizar o cartão, foque nas compras a vista e verifique sempre se não está extrapolando seu limite.

Pague sempre o valor integral da fatura, o pagamento mínimo acarreta em juros que podem se transformar em uma “bola de neve”.

Crie uma reserva de emergência

Ter uma reserva financeira te deixa mais preparado para gastos extras e não planejados, como acidentes, obras de emergência ou até mesmo doenças na família.

O ideal é ter guardado o equivalente a 6 meses de gastos fixos.

Faça investimentos

Após pagar todas as suas dívidas, organizar suas contas e criar sua reserva financeira, busque investimentos a longo prazo. Converse com o seu gerente do banco e com especialistas em investimento para escolher um que se encaixe melhor com o seu perfil e com a quantia que pode investir.

icone uppo

Fidelize seus clientes
com ingressos dos maiores
eventos de música do Brasil

Clique e conheça nosso Programa de Fidelidade >
18 setembro 2020

/Pessoas

Como manter o processo de demissão humanizado mesmo à distância?

Leia mais >
11 setembro 2020

/Tecnologia

Geolocalização: como pode ajudar o seu negócio

Leia mais >
4 setembro 2020

/Pessoas

A importância do Setembro Amarelo

Leia mais >